O empresário Marcos Leite, ex-jogador, tem sido o intermediário do Botafogo em contratações de grandes estrelas. Ele participou da vinda de Honda e está na negociação por Yaya Touré, ao lado do ex-presidente do clube Carlos Augusto Montenegro.

Banner da loja do FogãoNET para faixa japonesa

Aos 40 anos, Marcos Leite é sócio da RM2 Esportes. Ele explicou como foi o processo para colocar astros no radar do Botafogo, através inicialmente de contatos com Ricardo Rotenberg, vice-presidente comercial e de marketing.

– O Botafogo é um time gigante, de torcida apaixonada. A meu ver, estava carente de ídolo. Então, pesquisando o mercado brasileiro, identifiquei o Botafogo como uma grande possibilidade para trazer o Honda. De início, parecia loucura, algo fora da realidade do Brasil em termos financeiros. Mas fui explicando ao Botafogo que era possível e eles abraçaram a causa – disse Marcos Leite a “O Globo”.

Sem parentesco com o empresário Carlos Leite, ele acredita que a torcida do Botafogo foi fundamental na contratação de Honda.

– Keisuke me disse que os torcedores botafoguenses estavam invadindo as redes sociais dele. Isso o deixou impressionado. A partir daí, as coisas começaram a andar mais rapidamente. O Botafogo queria muito a vinda dele. Nesse momento, eu senti que iria dar certo – afirmou.

Agora, a negociação é por Yaya Touré.

– Yaya é uma outra atuação, trabalha com outra pessoa que por sinal é extremamente profissional. Cara muito bacana – elogiou.

Fonte: Redação FogãoNET e O Globo Online