Engenheiro explica gramado ‘feio’ do Nilton Santos; casa do Botafogo será usada para final da Libertadores

20 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Fluminense x Sport - Estádio Nilton Santos
Vitor Silva/Botafogo

O estado do gramado do Estádio Nilton Santos chamou a atenção no duelo entre Fluminense e Sport que ocorre neste sábado, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. No entanto, o visual diferente do estádio do Botafogo tem explicação.

Em contato com o repórter Thiago Veras, da Rádio Tupi, Felipe Barbosa, engenheiro agrônomo responsável pelo gramado, afirmou que foram feitos cortes verticais como parte do processo de revitalização. As ações estão sendo escalonadas devido ao calendário atípico afetado pela pandemia.

O gramado deve apresentar melhorias em 12 dias, de acordo com Felipe Barbosa. O Estádio Nilton Santos pode receber treinos de Palmeiras e Santos, equipes que disputarão a final da Libertadores no Maracanã no dia 30 de janeiro.

O Botafogo jogará no Niltão na próxima quarta-feira, contra o Atlético-GO, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. O clube emitiu nota:

– O gramado do Estádio Nilton Santos apresenta este aspecto visual pois está seguindo o seu cronograma de manutenção. Está em curso uma revitalização usando cortes verticais, por parte da Greenleaf, visando melhor condição de uso. A atual condição não prejudica ou compromete a segurança dos atletas. A previsão é que de 7 a 10 dias as condições estéticas estejam normais.

Fonte: Redação FogãoNET e Twitter do repórter Thiago Veras (Rádio Tupi)

Notícias relacionadas