A realidade do Botafogo é dura e os jogadores tentam encontrar palavras que mostrem esperança na fuga do rebaixamento em meio ao caos. Com a necessidade de fazer, no mínimo, 11 pontos, ou vencer quatro dos seis últimos jogos, a equipe terá que mostrar um desempenho que não teve até agora.

– Antes, já estava complicado para a gente. Agora, só restam seis jogos e não podemos mais errar. Tivemos a chance de escapar da zona de rebaixamento contra o Coritiba e contra o Cruzeiro, mas não conseguimos – disse o atacante Rogério.

Para o jogador, rebaixado com o Náutico em 2013, a torcida poderá ter um papel essencial na reta final, ainda que o jogo com o Atlético-PR, no sábado, seja em Volta Redonda.

– A torcida não deve abandonar o time. Na dificuldade é que vemos o torcedor – declarou o atacante, que revelou o clima pesado nos bastidores:

– É uma fase complicada, começam as reuniões, as discussões… Os jogadores começam a desconfiar do outro. Eu peço que não desconfiem… É complicado (sair de casa), mas temos que levantar a cabeça.

Fonte: O Globo Online