Primeira vitória fora de casa, quarto triunfo consecutivo no Campeonato Brasileiro… O confronto com o Goiás, domingo, tem ingredientes que podem ser considerados interessantes para o elenco do Botafogo, mas terá um sabor especial para um jogador: Erik. Cria das categorias de base do Esmeraldino, onde ganhou notoriedade no futebol nacional, o atacante encara o Alviverde pela primeira vez, e no Serra Dourada, local que foi segunda casa durante um bom período.

Erik chegou ao Goiás com 11 anos e, no clube, deu os primeiros passos rumo à carreira profissional, alcançando o elenco principal em 2013, depois de boas atuações na Copa São Paulo de Futebol Júnior daquele ano. Na temporada seguinte, o atacante conquistou mais espaço, se firmou e foi eleito a revelação do Campeonato Brasileiro, ganhando destaque nacional.

Após um 2015 de altos e baixos, quando chegou a ter um problema com o técnico Helio dos Anjos no início do Brasileiro, Erik foi contratado pelo Palmeiras, mas, em duas temporadas pelo Verdão, e diante de uma grande concorrência, as oportunidades se tornaram mais escassas. Acabou emprestado ao Atlético-MG no começo de 2018, mas, oito meses depois, o destino foi o Rio de Janeiro, mais especificamente o Botafogo, clube onde reencontrou a boa fase e se tornou destaque novamente.

Reprodução Instagram

Com gols – até aqui, 13 em 37 jogos – e identificação, Erik logo caiu nas graças da torcida alvinegra e tal identificação ganhou a chancela do ex-goleiro Jefferson, um dos ídolos do clube, que afirmou que o atacante tinha o “DNA do Fogão”, em postagem em rede social.

“Eu vou ser bastante sincero: eu praticamente implorei para estar aqui [Botafogo]. Eu não olhei para lado financeiro, olhei simplesmente a torcida, o clube que me acolheu muito bem e para os funcionários, que me trataram de uma forma muito especial”, disse Erik, em entrevista à TV Band.

Esta, porém, não será a primeira vez que Erik volta a Goiás por uma nova equipe. Em 2017, quando estava no Palmeiras, ele entrou na partida contra o Atlético Goianiense, partida em que entrou no segundo tempo – o Verdão ganhou por 3 a 1.

Ao todo, com a camisa do Goiás, Erik fez 103 jogos e marcou 36 gols.

Fonte: UOL