Estatísticas: número de finalizações no clássico do Rio impressiona. Gegê chutou 5

Compartilhe:

Gols relâmpagos, reação, lambanças, milagre no último lance…. Emoção não faltou ao empate entre Botafogo e Vasco no Maracanã, neste último domingo. Porém, a igualdade por 2 a 2 no clássico também chamou a atenção nas estatísticas, sendo o terceiro jogo com maior número de finalizações nesta edição do Campeonato Brasileiro.

Foram 40 arremates ao longo da partida. Destes, 22 foram do Alvinegro e 18 da equipe cruz-maltina. O meia Gegê, do Botafogo, foi quem mais tentou: cinco vezes. Foi seguido de perto por Lodeiro, seu companheiro de time e autor de um gol, com quatro, e do vascaíno Willie, com mesmo número.

Curiosamente, o jogo com maior número de finalizações no Brasileirão 2013 foi o confronto entre os times no primeiro turno, que teve vitória alvinegra por 3 a 2. Naquela partida, foram 44 arremates. Em segundo lugar vem o duelo Criciúma 1 x 2 Cruzeiro, no dia 7 de agosto, com 41 finalizações. Para se ter uma ideia, a média no Brasileiro é de 24 chutes por partida.

Tantas tentativas fizeram com que os goleiros tivessem trabalho. Jefferson, autor de intervenção espetacular no último lance do jogo, em cobrança de falta de Juninho, realizou três defesas difíceis. Diogo Silva, vaiado pela torcida do Vasco ao falhar nos dois gols alvinegros, se redimiu depois, com quatro. A média por partida é de 3,1 defesas difíceis.

O clássico poderia ter sido ainda melhor se as equipes caprichassem nos passes. O número de erros foi alto: 72 em todo o jogo, sendo 37 do Vasco e 35 do Botafogo. Lodeiro, quem mais tentou pelo Alvinegro, foi também quem mais cometeu erro, com sete. A liderança no quesito foi do cruz-maltino Marlone, com oito.

Outros dois números chamaram a atenção. Primeiro, a quantidade de bolas levantadas por Juninho Pernambucano durante o jogo. O meia, que entrou no segundo tempo, liderou a estatística com dez bolas na área do Botafogo, tendo nascido desta forma os gols vascaínos. Cada time usou esse expediente 17 vezes. Em segundo, a disparidade nos desarmes. Foram 48 do Vasco, contra apenas 12 do Alvinegro. Destaque para o lateral-direito Nei, com 16.

Veja todas as estatísticas:

INFO - Estatística Botafogo e Vasco (Foto: Editoria de arte)

 

Fonte: Globoesporte.com

Comentários