Ainda é cedo para dizer que o atacante Erik, estreante do último sábado, resolveu os problemas do Botafogo. Mas a primeira impressão foi muito boa. Na vitória por 2 a 0 sobre o Sport, no Nilton Santos, ele foi um dos destaques do time, principalmente no segundo tempo. Rápido e habilidoso, criou várias jogadas de perigo. O técnico Zé Ricardo ganhou uma peça que não tinha em seu elenco.

— Erik já está conosco faz uma semana. Conversei para saber como ele gostaria de jogar. Ele apresentou níveis excelentes. É um atleta importante, e espero que ele possa me ajudar ainda muito — elogiou o treinador.

O atacante de 24 anos chegou ao Botafogo por empréstimo até o fim do ano. Revelado pelo Goiás, onde foi eleito a revelação do Brasileiro de 2014, ele passou ainda por Palmeiras (dono dos seus direitos econômicos) e Atlético-MG, mas não conseguiu repetir o sucesso. Agora, espera enfim vingar em um time grande — e logo no time de coração do pai. Nas redes sociais, a torcida do Botafogo está animada e elogiou bastante o jogador.

Quem também ganhou moral foi o atacante Aguirre, que entrou no segundo tempo e marcou seu primeiro gol com a camisa alvinegra em 16 jogos. A briga pela posição de centroavante com Brenner e Kieza vai ser boa.

— Brenner se entregou bastante, tenho muita confiança nele, que abre espaços para os homens que vêm de traz — analisou Zé Ricardo: — Aguirre já joga mais perto da área.

O Botafogo volta a campo no Brasileiro no sábado, contra o Grêmio, fora de casa.

— Jogando no Sul, as dificuldades aumentam, precisamos trabalhar bem — destacou o treinador.

Fonte: Terra