Anderson Barros não é mais o gerente de futebol do Vasco. O profissional aceitou a proposta de contrato do Botafogo e trabalhará no rival alvinegro. O contrato é de três ​anos. Inclinado por já ter trabalhado no clube de General Severiano entre 2009 e 2012 e prejudicado pela situação política do Cruz-Maltino, que vive com a indefinição presidencial entre Eurico Miranda e Julio Brant, Barros deixa a equipe de São Januário após um ano no clube.

A informação foi dada pelo portal Globo Esporte e confirmada pelo Esporte Interativo. Após a notícia, Eurico Miranda foi procurado pela reportagem do EI, que se limitou a dizer que o Vasco iria divulgar uma nota se manifestando sobre a saída de Anderson Barros. Eis o comunicado oficial do clube:

‘Fui procurado hoje por Anderson Barros, solicitando que o liberasse de seu compromisso com o Vasco. Diante disto e compreendendo a solicitação, o Anderson Barros está, a partir de hoje, liberado para prosseguir seu caminho.Quero registrar aqui os agradecimentos pessoais e do Clube aos relevantes serviços profissionais prestados’

​SEM SUBSTITUTO

Após o comunicado, a reportagem do Esporte Interativo entrou em contato novamente com o presidente do Vasco, Eurico Miranda. Questionado sobre quem assumiria a função deixada por Anderson Barros, o mandatário afirmou que “ninguém vai assumir”.

Fonte: Esporte Interativo