O Atlético pode trazer o ex-meia holandês Clarence Seedorf para ser o próximo treinador. Seu nome já estava sendo monitorado pelo clube paranaense desde a última semana. Nos bastidores, dizia-se que havia uma possibilidade do próximo técnico vir do exterior.

Nesta segunda-feira (11), o Globo Esporte Paraná, da RPC, publicou que o holandês teria sido oferecido à diretoria.

Seedorf preenche alguns requisitos que agradam à diretoria do clube. Tem mentalidade europeia e é jovem (está com 41 anos). Já possui alguma rodagem como treinador – comandou o Milan (Itália) em 2015 e o Shenzhen (China) em 2016, em seu último trabalho como treinador. E é um nome de grande prestígio no mercado devido à carreira de jogar: foi titular da seleção da Holanda durante anos, disputou uma Copa do Mundo (1998) e foi campeão da Liga dos Campeões por Ajax (1995), Real Madrid (1998) e Milan (2003 e 2007).

Além disso, não menos importante, Seedorf fala português fluentemente. Ele é casado com uma brasileira e jogou pelo Botafogo entre 2013 e 2014, onde se aposentou dos gramados aos 37 anos.

Não seria a primeira vez que o Atlético buscaria um técnico no exterior. O último treinador, Fabiano Soares, veio do futebol português e era semidesconhecido no Brasil. Mílton Mendes, que treinou o time em 2016, tinha apenas uma passagem rápida pelo Paraná Clube e havia feito toda a carreira em Portugal. Antes, o Furacão já havia trazido o espanhol Miguel Angel Portugal – que estava no Bolívar (Bolívia) – para a disputa da Copa Libertadores em 2014. Se falar no alemão Lothar Matthäus, que veio em 2006 e ficou oito jogos no clube.

Fonte: Bem Paraná