Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 00:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Ex-Botafogo, Jefferson diz que viu Messi como ‘jogador qualquer’ para pegar pênalti do argentino

0 comentários

Compartilhe

Ex-Botafogo, Jefferson diz que viu Messi como ‘jogador qualquer’ para pegar pênalti do argentino
Vitor Silva/Botafogo

O Brasil sempre foi um país que revelou muitos goleiros excelentes para o futebol. Até por isso, muitos nomes de peso não tiveram muitas oportunidades na seleção brasileira. E um desses nomes foi Jefferson, ex-Botafogo. O ídolo do clube sempre teve como uma de suas especialidades defender pênaltis, e em entrevista ao UOL, ele confessou que duas penalidades defendidas ficaram marcadas em sua história.

“Acho que dois pênaltis que peguei e foram importantíssimos, que mudaram muito: Messi e Adriano. Foram dois pênaltis que ficaram marcados. O do Adriano ficou marcado no Botafogo, e o do Messi ficou marcado na seleção, para todos os torcedores”.

Pela seleção brasileira, Jefferson fez apenas 22 partidas, mas conta que o pênalti de Messi o faz ser lembrado até hoje, inclusive por torcedores de equipes rivais do Botafogo.

“Hoje, eu pego crianças que torcem pro Palmeiras, pro Corinthians, pro São Paulo, e falam: “É o Jefferson que pegou pênalti do Messi”. Isso é aí gratificante, é muito legal e vai ficar marcado para o resto da vida”.

Mas para defender a penalidade de um dos melhores jogadores da história, o ídolo do Botafogo revelou que encarou o argentino como um jogador qualquer e não ficou pensando em tudo que o camisa 10 do Barcelona representa.

“Quando eu estava diante do Messi, eu não estava pensando ?cara, eu estou diante do melhor jogador do mundo?. Não passou na minha cabeça isso. Era um jogador de qualidade e eu precisava me concentrar o máximo possível”.

“É claro que, depois que você defende, a repercussão é totalmente outra. Acabou o jogo e a ficha começou a cair. Quando você está ali, foca de tal maneira que é um jogador como qualquer outro. Você tem que pegar o pênalti”.

Além de defender o pênalti de Messi, Jefferson fez parte do grupo campeão da Copa das Confederações em 2013 e do elenco da Copa do Mundo de 2014. Pelo Botafogo, o goleiro foi titular absoluto e peça fundamental na conquista de três campeonatos cariocas ao longo de 13 temporadas.

Fonte: Goal.com e UOL

Comentários