O meia Lodeiro conseguiu pôr fim a um jejum de 15 meses sem marcar gols ao balançar as redes na vitória do Boca Juniors sobre o Zamora por 5 a 0, em jogo válido pela fase de grupos da Libertadores. O último gol do meia uruguaio havia sido marcado no dia 8 de dezembro de 2013, ainda pelo Botafogo. No Corinthians, o uruguaio passou em branco nas 13 partidas que disputou.

No time carioca, Lodeiro marcou pela última vez na vitória  por 3 a 0 sobre o Criciúma, na última rodada do Brasileirão. Desde então, o meia disputou 42 partidas sem ir às redes. Em 2014, ele entrou em campo pelo Botafogo em 16 oportunidades, até acertar com o Corinthians, em maio.

No time alvinegro, Lodeiro teve poucas chances entre os titulares e passou em branco nos 13 jogos que disputou. O jogador também defendeu a seleção uruguaia em sete oportunidades no ano passado. Antes de marcar pela primeira vez com a camisa do Boca, o meio-campo havia disputado seis jogos.

Após acertar com o time argentino, Lodeiro criou polêmica ao dizer que o Boca era maior do que o Corinthians. “Boca é um dos maiores do mundo. E não digo para ficar bem. No Uruguai, sempre vemos o futebol argentino e sabemos que Boca ganhou tudo. Jogar na Bombonera é especial, qualquer jogador pode te dizer. Parece uma frase feita, mas Boca é Boca, é muito importante. Eu estava no Corinthians, mas o Boca é maior. Não tenho dúvidas”, disse o jogador ao jornal Clarin na ocasião.

Apesar de não ter brilhado no Corinthians, Lodeiro conseguiu marcar 17 gols pelo Botafogo, em um total de 85 partidas – de julho de 2012 a maio de 2014. O melhor momento ocorreu no Campeonato Carioca de 2013, quando fez oito gols e tornou-se artilheiro da equipe na competição.

No Boca Juniors, o uruguaio é titular e tem recebido elogios dos torcedores. Com a camisa 10, ele ajuda o time a se manter invicto na temporada, com seis vitórias e um empate – a equipe é líder do Grupo 5 da Libertadores e segundo colocado no Campeonato Argentino.

Fonte: UOL