O volante Renato realizou exames cardiológicos na manhã desta segunda-feira em um hospital em São Paulo e concluirá ainda durante a tarde as avaliações clínicas, já no CT Rei Pelé, antes de ser anunciado como o primeiro reforço do Santos para o segundo semestre. A informação é confirmada pela assessoria do clube.

Em entrevista à Rádio Globo, o presidente em exercício do clube, Odílio Rodrigues, externou que aguardava, somente, a “parte burocrática” para oficializar o retorno do veterano, que jogou pelo clube de 2000 a 2004.

“Foi um pedido do Oswaldo e nós atendemos. O Renato demonstrou vontade. Fizemos a proposta, ele aceitou e agora só depende da parte burocrática para voltar ao Santos”, explicou o mandatário.

Renato se desligou oficialmente do Botafogo antes do término de seu vínculo, em 30 de junho, e ganhará, além de seu salário fixo, por produtividade no Santos.

O meio-campistaé um desejo do técnico Oswaldo de Oliveira, que externou publicamente o pedido à diretoria do Santos para a contratação do experiente volante, que completa 35 anos no próximo dia 15, e que já pensava, inclusive, na utilização do jogador para realizar uma espécie de revezamento com Arouca, a quem apontou sofrer com desgastes físicos nos últimos jogos.

“Eu pedi o Renato e as coisas estão andando. Nós vamos tentar trazê-lo de volta. Quando conversei com a diretoria pela primeira vez, ainda na final do campeonato passado, houve essa menção e fiquei muito satisfeito com a possibilidade. Agora tem dois, talvez três lados, que precisam se acertar. Fico só na expectativa”, disse o treinador na ocasião. “Ainda não conversei com ele (agora), mas quando saí do Botafogo me disse: ‘me leva de volta para a minha casa (referindo-se ao Santos, onde jogou de 2000 a 2004)”.

O volante tem a aprovação de jogadores do elenco. Alan Santos afirmou que considera a chegada do meio-campista, a quem chamou de “espelho”, importante para o elenco e alegou que o ídolo pode ajudar a equipe no restante da temporada.

Fonte: Terra