Ex-Botafogo, Elkeson é o maior nome do emergente futebol da China na atualidade, posto que era de Conca até o ano passado. Em duas temporadas atuando pelo Guanghzou Evergrande, o atacante atingiu a marca de 70 gols, sendo que 38 em 2014.

Na recente conquista do bicampeonato chinês, Elkeson balançou as redes 28 vezes e se tornou o maior artilheiro de uma única edição da competição, da qual, evidentemente, foi eleito o melhor jogador.

Aos 25 anos, ele agora sonha com a transferência para um grande clube europeu, avalizado pelo seu ex-técnico na China, o italiano Marcelo Lippi, campeão do mundo em 206. Além disso, Elkeson tem outro objetivo: voltar à seleção brasileira, onde já esteve, em 2011.

Fonte: Coluna Panorama Esportivo - O Globo