Faleceu, hoje, aos 89 anos, Gilson Mussi, ex-goleiro do Botafogo, advogado e administrador do Colégio Eduardo Guimarães, pioneiro na educação inclusiva para jovens e adultos com deficiência no Rio. Lá, ele trabalhou ao lado da esposa, Clara Rosa Werner, falecida em 2015.

Nos anos 1950, Gilson jogou ao lado dos grandes nomes da história do Botafogo, como Nilton Santos, Garrincha e Didi. Depois, largou a carreira de atleta e trabalhou até o fim da vida na escola, que por 40 anos ocupou um casarão na Mena Barreto, em Botafogo, e, desde 2015, está na Praça da Bandeira.

Gilson, que foi vítima de um câncer, deixa quatro filhos, oito netos e dois bisnetos. A cremação será no Cemitério da Penitência, amanhã, às 16h, com velório a partir das 13h.

Ex-goleiro do Botafogo, Gilson Mussi foi vítima de um câncer (Foto: Acervo pessoal)
Fonte: Blog do Ancelmo Gois - O Globo Online