O atacante Elkeson, ex-Botafogo, foi oficialmente inscrito para atuar nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 pela China. É a primeira vez que um jogador sem linhagem chinesa é convocado para defender a seleção.

A decisão foi divulgada neste domingo, pelo site oficial da Confederação Asiática de Futebol, após longas especulações se o atleta de 30 anos havia recebido a cidadania chinesa e sido convocado pelo Técnico Marcelo Lippi.

Desde de 2002, a China não está presente em uma Copa do Mundo. Com o intuito de voltar para a mais importante competição entre seleções, a China decidiu flexibilizar a regra em que apenas chineses ou atletas com ancestrais chineses poderiam atuar pela seleção. Sendo assim, Elkeson se tornará o primeiro jogador a sem ter nenhum ancestral chinês a disputar uma competição pela seleção chinesa.

Nico Yennaris, meia inglês, também tem uma história parecida com a de Elkeson. Nico também foi chamado para seleção, mas sua mãe é chinesa. Jogou 55 minutos pela China sob o nome de Li Ke.

Elkeson chegou na China em 2013, quando saiu do Botafogo e foi para o Guangzhou Evergrande. Em 2016 teve uma passagem por três anos pelo Xangai SIPG, onde venceu o campeonato nacional. Há um mês, voltou ao Evergrande.

Fonte: O Dia Online