A revista norte-americana “Time” cometeu uma gafe daquelas em sua última edição ao citar os “grandes” nomes brasileiros investigados pela operação Lava Jato. O marqueteiro João Santana foi confundido com o técnico de futebol Joel Santana. Confira na foto acima, que está circulando pelo Twitter.

Em rápido contato com o EXTRA, Joel Santana afirmou que os seus advogados já estão tomando as devidas providências.

– Não estou podendo falar sobre o assunto no momento, vou falar na semana que vem. Mas os meus advogados já me ligaram. Eles já estão cientes do assunto e eu já estou ciente. Até nos Estados Unidos, estão querendo falar com o Joel – disse técnico.

O publicitário João Santana e a mulher dele, Mônica Moura, foram presos no fim de fevereiro, após serem investigados pela Operação Lava Jato. Eles são suspeitos de terem recebido em contas no exterior repasses da Odebrecht e do lobista Zwi Skornick, que atuava na Petrobras, de onde teria sido desviado o dinheiro. A suspeita é de que os pagamentos correspondem a serviços eleitorais prestados ao PT.

Fonte: Extra Online