Na partida contra o Cruzeiro, no último domingo (02/11), o atacante Jóbson realizou sua quinta partida desde que retornou para o Botafogo. Com um desempenho animador segundo o ponto de vista da comissão técnica alvinegra, o atacante é visto como uma das apostas para alavancar o time rumo à permanência na série A do Brasileirão. O ex-técnico alvinegro, Artur Bernardes, que inclusive já teve contato direto com o jogador, lembrou dos tempos em que teve mais proximidade com o atleta e foi só elogios.

“Tive a oportunidade de levar o Jóbson para a Coréia do Sul em 2009. ele tinha uma deficiência para finalizar, principalmente com a perna esquerda, e melhorou muito.  Fez um campeonato muito bom e competitivo, depois veio para o Botafogo. Acho que é um atleta de muita qualidade.”

Com relação à participação de Jóbson na campanha para que do Alvinegro buscando a permanência na primeira divisão do Brasileirão, Artur Bernardes não tem dúvidas de que o jogador pode ser uma peça importante para que o Glorioso não seja rebaixado.

“Naquela época tinha um acompanhamento mais intenso com o Jóbson, era mais fácil. Agora ele veio da Arábia Saudita, não é muito fácil, então ele pode contribuir sim. Quando ele quer uma coisa, persegue. É um cara persistente, audacioso e pode virar uma referência. O extra-campo dele é sempre preocupante, não é nenhuma novidade. Se conseguir fazer com que ele esteja 100% focado, pode ajudar muito, sem dúvidas.”

Antes de retornar para o Botafogo, o jogador era visto como um atleta até certo ponto indesejável no clube. Esta volta para o clube carioca, de certa forma, coloca o futuro do atleta contra a parede caso não dê certo. Mesmo assim, o ex-treinador alvinegro prefere não ver este cenário como a última chance do atacante no futebol.

“Eu não gosto de falar em última chance. O futebol, principalmente no Brasil, tem muito forte a questão emocional. Acho que é a melhor oportunidade de todas. Ele não é mais criança. Já se encantou, desencantou e esse é o seu grande momento. O Botafogo mais uma vez passa por um momento difícil. Se ele souber aproveitar este momento, será muito bom. O Mancini é alguém que conheço muito bem, e tem condição de conduzi-lo. Torço para que o Jóbson faça o que sabe.”

Nesta passagem pelo Botafogo, Jóbson ainda não marcou gols. O atacante terá mais uma oportunidade no próximo sábado, quando o Alvinegro enfrenta o Atlético-PR, às 21h, no Raulino de Oliveira.

Fonte: Site da Rádio Tupi