Vagner Mancini acionou o Botafogo na Justiça esta semana. Após visitar seis clubes da Europa, o treinador voltou ao Brasil disposto a garantir lugar na fila de credores. Mancini trabalhou no Alvinegro por apenas nove meses, de abril a dezembro do ano passado, mas a dívida não é pequena. Por suas contas, tem a receber sete meses de direito de imagem, dois salários da carteira de trabalho, 13º e férias. Demitido após a posse da nova diretoria, sob a justificativa de que o clube adotaria uma política de austeridade, Mancini chegou a ser cotado no Fluminense para a vaga de Cristóvão Borges, mas perdeu a briga para Drubscky.

Fonte: Blog Extracampo - Marluci Martins - Extra Online