Ex-volante campeão pelo Botafogo divide até casa com Babi e vira ‘pai’ do atacante

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Ex-volante do Botafogo, Sandro Silva é empresário de Matheus Babi
Reprodução/Instagram

Destaque do Botafogo, o jovem atacante Matheus Babi vem recebendo, fora das quatro linhas, auxílio de um velho conhecido da torcida alvinegra. O volante Sandro Silva, que foi campeão do Carioca em 2010, ajuda na gestão da carreira do jogador, a quem trata como um filho.

Sandro Silva começou no America, do Rio, e, ao longo dos últimos anos, defendeu clubes como Palmeiras, Internacional, Cruzeiro, Vasco e Málaga, da Espanha, dentre outros. Pendurou as chuteiras no ano passado, no próprio Mecão. E foi atuando pelo Sangue, inclusive, que o caminho dele e de Babi se cruzaram.

“Conheci o Matheus quando jogamos juntos no America. Tivemos essa oportunidade de atuarmos juntos e, ali, vi que era um menino que tem um talento incrível. Vi que o representante que ele estava na época não dava a atenção necessária e comecei a dar atenção. Fizemos algumas mudanças na rotina dele, na alimentação, ele aceitou a proposta e hoje está colhendo os frutos”, disse ao UOL Esporte.

Não foi apenas o fato de defender o clube de Campos Salles que uniu os dois. A trajetória de vida de Babi fez Sandro reviver a dele próprio. Desde que a parceria começou, eles moram juntos e, hoje, até se chamam de “pai” e “filho” nas redes sociais.

“Desde os tempos de America moramos juntos. Ele não tinha família no Rio e eu já visava ajudar de alguma forma. A família dele merece, os avós merecem. Minha infância foi parecida com a dele, minha trajetória parece com a dele. Ele perdeu a mãe pequeno ainda, e eu também. Ele foi criado pelos avós, eu também. Famílias humildes… Quando ele contou a história dele, eu me vi e pensei que tinha de fazer algo para ajudar”, lembra.

“Os dias mais atenciosos para a gente aqui em casa são os que têm jogo e não têm concentração. Porque a concentração, em casa, tem mais responsabilidade. Nos preocupamos muito com a alimentação. Na quarentena, trabalhamos direto, não paramos um dia, para chegar bem”, completou.

“Atenção que não tive”

Além do Carioca pelo Botafogo, Sandro Silva também tem no currículo o Gaúcho de 2012, pelo Internacional, e o Carioca de 2015, pelo Vasco. Apesar das “camisas pesadas” que vestiu, Sandro Silva admite que gostaria de ter tido um apoio maior em alguns momentos e busca, justamente, dar isso a Babi.

“Procuro, hoje, dar a atenção ao Matheus como eu queria que alguém tivesse dado para mim em minha carreira, e não tive. Talvez, fazer com que ele não cometa os pequenos erros que eu cometi na minha carreira. Ele abraça muito bem isso, entende a proposta. E quando o atleta entende, as coisas ficam mais fáceis”, ressalta.

Lembrança do título do Botafogo

O título do Carioca de 2010 é motivo de brincadeira entre Sandro Silva e Matheus Babi, que vem sendo um dos nomes da atual temporada do time de Paulo Autuori.

“A gente brinca. Ele está no Botafogo, clube pelo qual já fui campeão. Então, às vezes falo com ele: ‘Olha, segura que onde você está jogando, eu fui campeão. Então, dá um título lá (risos)’. A gente brinca direto. Hoje agradeço muito por tudo que está acontecendo. Ele merece.”

Babi fez planos mudarem

View this post on Instagram

Ontem, 18/07/2020 foi seu aniversário, mas preferi postar hoje com mais calma @matheusbarcelos_19 que você nunca deixe de ser esse meninão alegre, humilde e feliz! Que você seja esse ser humano incrível para os amigos e familiares Mlk, eu te amo e nossa amizade vai além do futebol! Já te falei que você metendo 20 gols ou 0 gols você vai ser sempre meu meninão! Você jogando ou não vai ser sempre tratado da mesma forma, porque (empresários) não entendem que não é só futebol. Te amo e que Deus esteja sempre presente em sua vida! Lembra quantas vezes oramos, ficamos noites acordados, eu traçando metas e você me olhando com ar de fé que me fez lutar por isso. Matheus, às vezes sei que sou chato, mas é para o seu próprio bem! Os pequenos erros q cometi, não quero que você cometa. Seja sempre você em todas as situações que estiver vivendo. Minhas palavras ainda são muito, muito poucas para descrever o ser humano que você é. Tenho fé que viveremos muitas histórias memoráveis juntos.Tudo que pedimos a Deus de joelho lá no monte está se cumprindo! Te amo, meu filho! Te desejo paz , saúde, felicidades e todo sucesso do mundo.❤️?

A post shared by Sandro Silva (@sandro.silva18) on

Sandro Silva parou de jogar no ano passado, após 16 anos como jogador e passagem por 15 clubes. Matheus Babi “surgiu” no último deles, mas acabou fazendo os planos iniciais de ex-volante mudarem sobre o que faria após pendurar as chuteiras.

“A gente sabe que o futebol passa muito rápido. Ontem, eu tinha 20 anos e, hoje, tenho 36. As pessoas até falam: ‘Como pode, você parou de jogar já pegando uma joia?’. Sei que é difícil o que aconteceu. Através do Babi também despertei esse desejo de ser empresário. Na verdade, eu estudei e fiz curso para ser gestor de clube, mas acabei me tornando empresário”, apontou ele, que, além de Babi, ajuda na gestão de carreira de mais um jogador.

Fonte: UOL

Notícias relacionadas