Aos 19 anos, o meia Leandrinho será incorporado ao elenco profissional do Botafogo em 2016. O Jogador se apresenta com todo o grupo no dia 4 de janeiro para o início da pré-temporada que vai ser realizada no ES. Destaque da equipe sub-20, campeã do Torneio Otávio Pinto Guimarães, Leandrinho conta como foi o momento em que recebeu a notícia que estaria dando o passo principal da carreira até o momento.

“Foi logo após a final do OPG, quando eu estava no campo comemorando o título com os meus companheiros e o presidente Carlos Eduardo Pereira estava lá. Ele me chamou e disse que eu iria fazer a pré-temporada com o profissional. Ele queria ser a primeira pessoa a me dar essa notícia. Fiquei muito Feliz na hora. Posteriormente, conversei com os dirigentes para saber o que iria acontecer em dezembro” revelou o jovem jogador indicando a expectativa para o ano que vem.

“Queria fazer parte do elenco e consegui. Estou subindo para aprender, mas obviamente vou buscar o meu espaço dentro do grupo. Espero que seja um ano produtivo para mim e o Botafogo”

Os números do meia na temporada são positivos. Ao todo, foram disputados 41 jogos, 16 gols marcados e 8 assistências. Leandrinho já foi campeão Bi campeão sub-20 do OPG (2013 e 2015) e campeão Carioca sub-20 (2014). O jogador aponta qual pode ser o diferencial pessoal para agarrar a oportunidade.

“Como meio campo a minha principal característica é o passe. Me destaquei nos Juniores pelas assistências. Semana passada conversei com o pessoal da diretoria e o Antônio Lopes me passou o que eu tinha de bom e podia melhorar, e o que eu tinha de ruim e precisava corrigir. O Diferencial é saber o que eles esperam de mim” comentou o jogador, que pretende títulos em 2016.

“Um clube da grandeza do Botafogo sempre entra nas competições para brigar pelo título. É importante a pré-temporada e começar sendo campeão carioca. O torcedor quer o time brigando por títulos como sempre foi na história”.

Leandrinho afirma que admira dois craques do futebol mundial e ambos servem de espelhos na carreira.

“Tenho dois ícones na profissão. Um eu tive a oportunidade de treinar algumas vezes no Botafogo que é o Seedorf. Um cara sensacional e trabalhador demais. O outro é o Deco, pelas características. Vi jogar e era Genial” finalizou.

Fonte: Super Rádio Tupi