Botafogo, Fluminense e Atlético-MG resolveram suas pendências para voltar à Timemania, mas a Receita Federal não consegue incluir os três clubes no sistema. Há dois meses esperando uma solução, o presidente do Alvinegro, Maurício Assumpção, é crítico no seu desabafo:

– Que se danem os clubes, não é? Isso é covardia. Não foi à toa que o (Alexandre) Kalil (presidente do Atlético-MG) fez um apelo desesperado à presidente Dilma. Ele está com o dinheiro do Bernard penhorado. O mesmo acontece conosco em relação ao Andrezinho e ao Fellype Gabriel.

Fonte: Blog da Marluci Martins - Extra Online