Nesta quarta-feira, às 22h, o Botafogo inicia sua caminhada na Copa do Brasil, no Estádio Almeidão, em João Pessoa, diante do xará paraibano sem a fama de caloteiro criada no ano passado. Ontem, o Alvinegro acertou o pagamento da dívida de R$ 150 mil acumulada pelo cancelamento, na véspera de sua realização, do amistoso marcado entre os clubes e que seria realizado em julho de 2014 — na época, o elenco alvinegro se recusou a disputar o amistoso em função do atraso dos salários.

De acordo com o Botafogo, o do Rio, os clubes chegaram a um acordo para o pagamento da dívida em cinco parcelas de R$ 30 mil. A aproximação, porém, esteve longe de acontecer após o cancelamento repentino do amistoso. Segundo Guilherme Carvalho, presidente do Botafogo-PB, seus telefonemas cobrando uma resolução para a pendência eram rejeitados em 2014.

— Quando começamos a cobrar as dívidas que contraímos aqui por causa do cancelamento, o Botafogo não nos ouvia. Eu ligava para alguns diretores, e eles rejeitavam as ligações — lamentou Carvalho, que explicou que o valor diz respeito à passagens aéreas e hospedagens pagas para a realização do jogo.

O mandatário paraibano, por outro lado, elogiou o andamento das negociações com a nova diretoria do Botafogo. Apesar da crise vivida pelo Alvinegro carioca, Carvalho ressaltou que o valor requisitado é pequeno se comparado às outras dívidas que o clube tem.

— Uma pena ter demorado tanto para resolvermos essa pendência. Isso desgasta qualquer relação com outra diretoria. O valor para nós é importante, para o Botafogo não interfere tanto no fim do mês. O acordo foi bom para ambos — ressaltou.

Para o jogo de hoje, a direção paraibana espera um público de 20 mil pessoas no Almeidão. Líder do Campeonato Paraibano, o objetivo é impedir que o Botafogo vença por dois gols de diferença, o que evitaria a realização da segunda, partida no Rio de Janeiro, no dia 16 de abril.

— Vencemos o último jogo no Estadual e ganhamos confiança para enfrentar o Botafogo. Estaremos no Rio para o jogo do dia 16 — brincou Guilherme Carvalho.

No palco do jogo desta quarta-feira, o Botafogo treinou, mas René Simões não revelou a escalação. Durante a atividade, o goleiro Jefferson, que retorna ao time após defender a seleção brasileira, sentiu dores no joelho direito. O incômodo, porém, não deve tirar o camisa 1 da estreia.

Fonte: Extra Online