Você sabia que Fellipe Bastos, volante de 28 anos do Sport, começou no Botafogo? O jogador atuou nas categorias de base do clube, mas teve saída conturbada antes de virar para o profissional, se transferindo para o Benfica. Em entrevista ao Esporte Interativo, ele revelou certa mágoa com o Alvinegro.

– Comecei no Botafogo, sou muito grato por ter me formado, mas tem aquela… porque poderia ter me valorizado mais um pouquinho. Na época eu queria assinar contrato, desde criança eu era botafoguense. Queria realizar sonho do meu pai, do meu irmão, não era só meu. Faltou valorização. O Botafogo deu de ombros, acabei indo de graça para o Benfica, teve só a porcentagem como clube formador. Foi uma mágoa que eu tinha, mas agora já passou, já vivi. Na época me deixou muito chateado, prata da casa, mais de 10 anos de clube, não valorizou. Mas o Vasco valorizou – disse Fellipe Bastos.

Tido como promessa de craque no início da carreira, com passagens por seleções de base, Fellipe Bastos não vingou como esperado. No exterior, passou pelo Benfica e por clubes menores. No Brasil, atuou por Vasco, Ponte Preta, Grêmio, Corinthians e Sport.

Fonte: Redação FogãoNET e Esporte Interativo