O presidente da comissão de arbitragem do Rio, Jorge Rabello, não punirá o auxiliar Rodrigo Henrique Corrêa, que deixou de assinalar o impedimento de cinco jogadores do Botafogo no gol de Dudu Cearense, o segundo da vitória por 3 a 1 sobre o Fluminense, no domingo. O bandeirinha, ao contrário, foi até elogiado pelo chefe da arbitragem carioca.

“Faço minhas as palavras do técnico Abel Braga, que aliás admiro muito como profissional e pessoa. O Rodrigo é o melhor assistente do Rio. Dentre outros jogos trabalhados nesse ano, destaco: Fla x Flu, decisão Taça Guanabara, Chile x Argentina e Eliminatórias da Copa”, elogiou Rabello, em mensagem enviada ao Blog Extracampo.

O presidente da comissão de arbitragem destacou ainda que o erro do auxiliar não teve nenhuma interferência no resultado da partida.

“A comissão de arbitragem da FERJ entende como problema quando existe a combinação de duas variáveis: erro comprovado da arbitragem + consequência colateral ocasionada por esse erro. No Botafogo x Fluminense, (o erro) não determinou a eliminação nem a classificação de nenhuma equipe”, justificou Rabello.

Fonte: Blog da Marluci Martins - Extra Online