Com Eduardo Barroca em seu primeiro trabalho efetivo como técnico na categoria profissional, o Botafogo se tornou uma das sensações nesse início do Campeonato Brasileiro. Além do comandante, outras novidades marcaram a equipe. Este é o caso de Fernando, que ocupou a titularidade da lateral-direita e comentou, em entrevista coletiva realizada nesta segunda-feira, no Estádio Nilton Santos, sobre os métodos do treinador.

– Desde o início em que ele (Barroca) chegou falou que precisava de resultado em curto prazo, agora ele está trabalhando o que gosta. Fizemos uma primeira semana muito forte priorizando a parte física. Agora (na intertemporada) trabalhos aspectos táticos e técnicos. Ele já insere bastante os treinos de bola parada ofensiva e defensiva – analisou.

Fernando não jogou o Campeonato Carioca porque estava emprestado ao Lille, da França. Eduardo Barroca, porém, pediu o retorno do jogador antes do início do Brasileirão e o jovem tomou conta da posição de lateral-direito, sendo titular em todas as partidas da competição. O atleta falou sobre a ‘disputa’ de setor com Marcinho, outro jogador das categorias de base do clube.

– No futebol existe a concorrência diária. O próprio Barroca diz que o jogador tem três concorrências. Com ele mesmo, com o colega de posição e com o adversário. Cada jogador tem suas características, Marcinho tem as dele. Continuar focando no que faço bem e buscar melhorar no que tenho que melhorar. Sempre focando no meu trabalho – afirmou.

Segredo para se manter na titularidade? Para Fernando, a sequência vai permanecer com um bom aproveitamento nos treinamentos. Nesse intervalo sem jogos, Eduardo Barroca vem buscando aprimorar o conjunto da equipe.

– No dia a dia trabalhando, fazendo o que estou fazendo. Procurar melhorar, sem me preocupar muito com os outros. Foco no que o Barroca diz da concorrência com você mesmo – finalizou.

Fonte: Terra