Depois de inúmeras idas e vindas na relação com o Botafogo, o Flamengo volta a mandar um jogo no estádio Nilton Santos (Engenhão) após três anos. Nesta quarta-feira (21), o Rubro-negro recebe o Madureira, às 19h30, pela rodada inaugural da Taça Rio.

A última vez como mandante no estádio foi em 7 de março de 2015 – vitória sobre o Friburguense por 2 a 0. O atual campeão da Taça Guanabara ainda pisou o gramado do Engenhão em outras cinco oportunidades, mas nenhuma sendo o responsável pela partida.

Durante a gestão de Carlos Eduardo Pereira, Flamengo e Botafogo se distanciaram consideravelmente. A reaproximação de momento correu sério risco após a comemoração “chororô” de Vinicius Júnior, mas seguiu com o mandatário alvinegro Nelson Muffarej. O futuro, no entanto, é uma incógnita.

As diretorias acordaram apenas dois jogos do Flamengo no Nilton Santos. Além do Madureira, o Rubro-negro receberá o argentino River Plate – com portões fechados – pela estreia da Copa Libertadores. Contra o Tricolor Suburbano, o clube da Gávea pagará 100 mil de aluguel e mais custos operacionais do estádio – na casa dos R$ 200 mil.

Na ótica rubro-negra, a possibilidade de contar com o Engenhão em meio aos problemas na Ilha do Urubu e no Maracanã é bastante importante. O objetivo do clube ainda é o de fechar um pacote de jogos para a sequência da temporada.

Mas o panorama de momento contempla acordos pontuais. Até por conta da relação delicada nos últimos tempos, os clubes optam pela cautela antes de outros possíveis acertos. É como se os dois jogos do Flamengo no Engenhão fossem uma espécie de teste para o andamento da parceria.

Hoje, é impossível dizer quantos jogos mais o Rubro-negro mandará no Nilton Santos em 2018. Tudo depende de manter desarmada a bomba relógio que caminha junto aos rivais. Se tudo correr bem, o segundo jogo com mando de campo na Copa Libertadores também deve acontecer por lá.

No Engenhão, o Flamengo disputou 90 jogos. Foram 45 vitórias, 32 empates e 13 derrotas. No estádio, o Rubro-negro conquistou de forma invicta o Campeonato Carioca de 2011. Uma nova história pode ser escrita a partir de agora.

Fonte: UOL