Flamengo tenta tri, mas vantagem é do Botafogo na final do Torneio OPG hoje

Compartilhe:

Flamengo e Botafogo vêm protagonizando o clássico de maior rivalidade entre os profissionais nos últimos anos. E o encontro em finais agora é recorrente na base também. Neste ano, repetem o confronto que decidiu o Torneio Octávio Pinto Guimarães de 2012. A partida que decide o campeão será às 16h deste sábado, na Gávea.

Os rubro-negros tentam o tricampeonato, mas a vantagem é dos alvinegros, que venceram o jogo de ida, no sábado passado, por 2 a 1, e podem empatar. Vitória flamenguista por um gol de diferença – por qualquer placar – leva o duelo para os pênaltis.

O técnico do Fla, Cléber dos Santos, quer que seus atletas façam prevalecer o fato de jogar em casa. A ideia é pressionar o adversário desde o início em busca do tri.

– Sempre fizemos confrontos muito equilibrados com o Botafogo, e creio que amanhã não vai ser diferente. São duas equipes muito equivalentes, e nossa ideia em casa é imprimir um ritmo de jogo com bastante intensidade para conseguir reverter a vantagem deles. Temos que tentar fazer valer o fator casa, já que o time está acostumado a treinar e jogar aqui. Estão todos muito motivados para buscar esse tricampeonato – afirmou Cléber.

Cléber tem o reforço de Douglas Baggio, que está livre de um problema no ombro, sofrido ainda na Copa do Brasil Sub-20. A entrada do garoto, entretanto, ainda é incerta. Ele disputa a posição com Igor Sartori.

Dono da vantagem, o Botafogo do treinador Eduardo Húngaro também espera por um duelo parelho, tendo como base o jogo do último domingo, disputado em Caio Martins. O fato de poder empatar não empolga Húngaro, que quer seu time concentrado somente em jogar bola durante a maior parte dos 90 minutos.

– Espero por um jogo extremamente equilibrado, como foi o primeiro e que teve ótimo nível. Temos de corrigir o que erramos e melhorar o que acertamos para sair com a vitória e o título. O Flamengo tem uma equipe de ótimo nível. Temos que repetir o desempenho do primeiro jogo, porque vai ser dificílimo. Na questão da vantagem, nós só poderemos pensar nos dois ou três minutos finais de jogo. A vantagem é pequena, e jogamos na casa de um adversário extremamente motivado. Precisamos jogar o jogo e pensar nisso só no fim do jogo (caso a partida esteja empatada) – afirmou o comandante alvinegro, que tem três dúvidas quanto à escalação: duas na defesa e uma no meio-campo.

Em 2012, o Flamengo também perdeu o jogo de ida por 2 a 1 para o Botafogo. Na finalíssima, fez 3 a 2 no tempo normal e venceu por 5 a 4 nos pênaltis. Um ano antes, a decisão foi contra o Fluminense, e o caneco foi conquistado também nas penalidades, com triunfo por 5 a 4 após dois empates (1 a 1 e 3 a 3).

Confira as prováveis escalações:

Flamengo:
Luan, Romário, Fernando, Rafael Dumas e Marquinhos; Recife, Léo Henrique (Jajá), Fernandinho (Renan Panterinha) e Mattheus; Igor Sartori (Douglas Baggio) e Eduardo. Técnico: Cléber dos Santos

Botafogo: Douglas, Erick, Rabelo (Cazu), Emerson e Moraes (Jean); Dill, Andreazzi, Daniel, Mateus e Juninho (Fernandes); Vinícius. Técnico: Eduardo Húngaro.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários