Flamengo x Botafogo: mais velhos, Léo Moura e Seedorf atuaram em todos os jogos

Compartilhe:

O confronto pelas quartas de final da Copa do Brasil aumentou a rivalidade entre Flamengo e Botafogo. Os dois times se enfrentam pela sexta vez em 2013, nesta quarta-feira, no Maracanã. Será o último encontro entre os rivais na temporada, decidindo uma vaga na semifinal da competição.

Nos cinco encontros anteriores, o Flamengo utilizou 26 jogadores, contra 33 do Botafogo. Apenas sete, juntando os dois times, estiveram em campo em todos. Entre eles, Seedorf, de 37 anos, e Léo Moura, que completa 35, quarta-feira, os dois mais velhos. Os outros são Felipe, Wallace, João Paulo, Carlos Eduardo e Julio Cesar. Destes, apenas João Paulo é dúvida.

O Botafogo, no entanto, teve apenas o técnico Oswaldo de Oliveira no comando do time. Já o Flamengo foi dirigido por Dorival Júnior, nos dois primeiros, Jayme de Almeida, nos dois últimos, e Mano Menezes.

– É um jogo muito importante para nós. Sabemos da dificuldade, os dois times se conhecem, nos enfrentamos bastante esse ano. Quem estiver mais certinho e errar menos vai conseguir a vitória – disse o zagueiro Dória, que atuou em quatro clássicos com o Flamengo em 2013.

Resultado                       Competição   Local
Botafogo 2 x 1 Flamengo Brasileiro Maracanã
Botafogo 1 x 1 Flamengo Copa do Brasil Maracanã
Flamengo 1 x 1 Botafogo Brasileiro Maracanã
Flamengo 0 x 2 Botafogo Carioca Engenhão
Flamengo 1 x 0 Botafogo Carioca Engenhão

Na intensa rivalidade, Hernane e Rafael Marques são os artilheiros do ano no clássico, com dois gols cada. Rafael Marques, inclusive, fez o gol da vitória do Botafogo por 2 a 1, que encerrou uma escrita de 13 anos sem vencer o Flamengo em campeonatos brasileiros. Agora, inverteu a situação e ostenta uma série de quatro jogos sem perder para o rival, com duas vitórias e dois empates.

– Sempre tinha o tema. Vencemos no Carioca e no Brasileiro não ocorria. Já que se quebrou, está no passado. Agora é a Copa do Brasil. Já nos enfrentamos bastante esse ano, nos conhecemos bem. Quem errar menos vai sair vitorioso – comentou Renato, presente em dois jogos este ano.

No jogo de ida, no Maracanã, houve empate em 1 a 1. Como os dois encontros serão realizados no mesmo estádio, o gol como visitante não é critério de desempate. Com isso, o vencedor do confronto garante vaga na semifinal da Copa do Brasil. Novo empate leva a decisão para as cobranças de pênaltis.

– Cada jogo é uma história, encarado de uma forma diferente. Na Copa do Brasil, a primeira partida costuma ser mais estudada. Na segunda, dependendo, pode ser diferente. Estamos sempre motivados e sabendo o que queremos – afirmou Dória.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários