O Fluminense negocia um pacote de jogos no Estádio Nilton Santos com o Botafogo, mas a negociação entre os finalistas da Taça Rio esfriou. O Alvinegro aceitou reduzir a taxa de R$ 180 mil cobrado nos duelos do Tricolor contra Salgueiro e Avaí, pela Copa do Brasil. O problema é que o clube das Laranjeiras não concordou com a proposta de variar o custo de acordo com a expectativa de público nas 10 confrontos negociados.

Nesta lógica, o aluguel iria oscilar abaixo e acima dos R$ 180 mil, valor de referência nas tratativas. O Flu também teve frustrada a pretensão de reduzir os despesas de operação mudando fornecedores.

Sem o Nilton Santos, o Tricolor deve concentrar as partidas no Maracanã, onde paga R$ 100 mil de aluguel à concessionária. Como os custos de operação são um pouco mais elevados – passaram por nova divisão, assim como as receitas no último aditivo feito na gestão Peter Siemsen – a direção busca alternativas, como na partida contra o Nova Iguaçu, na qual o público teve acesso apenas ao setor inferior.

Fonte: NetFlu e Globoesporte.com