Revelado pelo uruguaio Liverpool, Rodrigo Aguirre, de 23 anos, foi vendido à italiana Udinese em 2014. O atacante, entretanto, nunca teve espaço no clube, sendo repassado por empréstimo à alguns clubes, por último o uruguaio Nacional. Procurando dar mais opções ao técnico Abel Braga, o Fluminense deve investir na sua contratação, ação já tentada pelo rival Botafogo, que não obteve sucesso.

O Glorioso esbarrou no valor pedido pelos italianos, cerca de R$ 1,6 milhão, que asseguraria os serviços do jogador pelo período de um ano.

O clube de General Severiano, por sua vez, esperava que o montante investido rendesse 18 meses de empréstimo, entrave, que não fez o negócio avançar.

NEGOCIADOR…
Empresário do atleta, Pablo Betancourt, também representa Nico López, atacante que atualmente defende o Internacional, outro atleta sondado recentemente pelo Fluminense. Assim sendo, clube e agente já não são estranhos, o que pode facilitar na negociação. Contudo, o clube das Laranjeiras pode vir a esbarrar no alto salário, fato que o fez desistir do jogador do Colorado.

Fonte: Futebol Interior