A suspensão de Joel Carli ligou um sinal de alerta mais uma vez no Botafogo. Entretanto, o treinamento desta terça-feira deu uma notícia boa ao técnico Alberto Valentim: o zagueiro Marcelo Benevenuto deve ter condições de encarar o Corinthians, no próximo domingo, às 18h, no Estádio Nilton Santos. Ao lado de Gabriel, porém, ele terá a missão de segurar os adversários e tentar melhorar os números da dupla.

Juntos, Marcelo e Gabriel tem 23 partidas em 2019. Foram sete vitórias, seis empates e 10 derrotas. São 25 gols sofridos nesse período. A primeira vez que fizeram a parceria foi em janeiro, contra o Bangu, no empate por 0 a 0. A última foi em outubro, contra o CSA, na vitória por 2 a 1, quando Marcelo saiu machucado e deu lugar a Kanu.

– Acho que a gente tem de acreditar mais na gente, dar algo a mais Não que não venha dando. Temos que dar o máximo possível nessa situação que nos encontramos – disse Marcelo em entrevista coletiva.

Marcelo se recuperou de uma lesão muscular na coxa direita e apareceu no gramado pela primeira vez no fim do mês passado, em atividade com a equipe de fisioterapia do clube. Ele é o substituto natural de Joel Carli, capitão da equipe e suspenso após levar o terceiro cartão amarelo contra o Athletico-PR.

A defesa também é um setor que preocupa o Botafogo nesse segundo turno, o momento mais irregular do grupo em 2019. Nos últimos seis jogos, o Alvinegro é a equipe que mais sofreu gols e finalizações no Campeonato Brasileiro. O time teve apenas uma vitória nesse período. Dos 36 pontos conquistados pelos cariocas na competição, 27 foram no primeiro turno.

Em 14º lugar no Brasileirão, o Botafogo está a apenas um do Fluminense, que abre a zona de rebaixamento. Na próxima rodada, o time recebe o Corinthians, oitavo colocado, no Nilton Santos e tenta dar mais um passo para se livrar do fantasma do Z4.

Fonte: Terra