No mesmo dia, o Botafogo viveu um turbilhão de emoções. Na manhã desta sexta-feira, o clube deu um grande passo para a entrada dos irmãos Moreira Salles no futebol, mas, horas depois, viu Erik, um dos destaques do elenco, ser negociado com o futebol japonês. Gabriel, em entrevista coletiva realizada no Estádio Nilton Santos, lamentou a saída do atacante.

– Difícil selecionar palavras para falar quanto o Erik fará falta. Tem muita qualidade, amigo particular, frequenta a minha casa. É um cara do bem, mas a gente fica feliz por saber que está fazendo sucesso e tem essa oportunidade de ir para fora. Fico triste, mas feliz também, porque vai viver um momento único lá fora. Que ele possa ser muito feliz. Mas também temos que valorizar Luiz Fernando, Pimpão, jogadores que ficaram. Ficamos muito triste pela saída dele, mas quem o substituir vai dar conta recado – afirmou.

Após um dia agitado, o Botafogo retoma as atenções totalmente no Flamengo, adversário do próximo domingo, às 16h, em partida válida pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar do Rubro-Negro não poder contar com Vitinho, Diego, Éverton Ribeiro e Arrascaeta, Gabriel prega cautela para o clássico.

– Desfalques desses são muito importantes, mas não podemos achar que vai ser fácil. Tem elenco muito forte. Tem Gabigol, Bruno Henrique e Lincoln, um menino que faz muitos gols. Eles têm um elenco muito bom. É o Flamengo. Não podemos cair nessa armadilha que eles vão jogar time desfalcado. Jogam com o apoio da torcida deles no Maracanã – analisou.

O Botafogo não marca um gol há quatro partidas, mas Gabriel confia que tal cenário pode mudar no próximo compromisso do Alvinegro.

– Isso preocupa, mas acredito que no domingo vamos fazer os gols e sair com as vitórias. Estamos trabalhando, porque precisamos dessa evolução – finalizou.

Fonte: Terra