Emprestado ao Botafogo e envolvido na contratação de Igor Rabello junto ao Atlético-MG, Gabriel não demorou para engrenar na equipe de Zé Ricardo e cair nas graças da torcida. E, nesta segunda-feira, o zagueiro fez questão de externar o quanto está realizado com a atual fase.

– Eu tenho falado com minha noiva que foi uma das melhores coisas que fiz na minha vida (ir para o Botafogo). Pelo grande clube que é o Botafogo, por representar essa camisa e pela oportunidade de morar no Rio. Fui muito bem recebido. Tudo isso me deixou ainda mais em casa para desenvolver meu melhor futebol em campo. Sou grato a todos, ao torcedor, que vem me acolhendo muito bem.

Ao lado de Marcelo, Gabriel encerrou bem o Carioca, embora a campanha do Alvinegro tenha sido pífia e culminado em uma eliminação precoce, sem vaga nas semifinais. Gabriel destacou a parceria com Benevenuto.

– Marcelo é um grande jogador, a gente conversa muito e troca experiências para ficar um pouco mais fácil no jogo. Fico muito feliz com o rendimento dele. Carli é o capitão da equipe, dispensa comentários, temos também o Helerson, que é um menino muito bom da base.

Por fim, o defensor de 24 anos projetou o confronto diante do Juventude, a ser realizado nesta quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Estádio Nilton. O duelo ocorrerá pela ida da terceira fase da Copa do Brasil.

– A gente está treinado para isso. Com todo respeito ao Juventude, vamos jogar em casa. A torcida vai comparecer e contamos com o apoio dela. É uma competição de extrema importância para o clube e para os jogadores.

Fonte: Terra