Apesar de o jornal Corriere dello Sport já dar como certa a chegada de Seedorf ao Milan na quinta-feira, o vice-presidente do clube italiano, Adriano Galliani, prefere não antecipar a confirmação do acerto.

Em entrevista rápida ao LANCE!Net, Galliani “jogou” para o holandês a tarefa de dizer se há ou não o entendimento para que Seedorf abandone a carreira de jogador nesta semana.

– Não posso dizer ainda (que Seedorf será o técnico). Agora tem que perguntar para ele. Fale com o Seedorf. Ele é uma das opções, mas agora não posso dizer, só em breve – disse Galliani.

Seedorf é o mais cotado para herdar o cargo de Massimiliano Allegri, demitido nesta segunda-feira. A imprensa italiana já cravou que Seedorf vai assumir depois do jogo do Milan pela Copa Itália, contra o Spezia, quarta-feira. Até lá, o treinador é o interino Mauro Tassotti.

O meia holandês apareceu nesta segunda para exames e musculação na sede do Botafogo, em General Severiano. O clube só confirmou agenda dele para este dia. Seedorf tem contrato com o Alvinegro até o fim de junho, mas há uma cláusula que o permite deixar o clube sem pagar multa caso encerre a carreira como jogador.

Fonte: Lancenet!