Recuperado após sentir dores nas pernas, o goleiro Gatito Fernández foi titular nas vitórias sobre Nova Iguaçu (2 a 1) e Cabofriense (1 a 0), pela Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. Em entrevista coletiva nesta terça-feira (27), o goleiro citou importantes pontos para evoluir e projeta uma sequência de jogos para reconquistar seu espaço no Botafogo.

Gatito comentou sobre a importância de todos os jogadores estarem treinando, longe de lesões, citando seu próprio exemplo e indicando que está trabalhando para correr atrás do prejuízo.

“Acho que é muito importante que todos estejam à disposição do treinador. Nesse momento que estou jogando tenho que aproveitar as minhas oportunidades, coisa que não aproveitei no início do ano por conta das dores nas pernas. Vou procurar aproveitar o máximo possível. A disputa que temos aqui dentro do clube é muito saudável e a melhor maneira seria manter a regularidade que tive no ano passado, os bons jogos que fiz e somando com um título. Isso que buscamos e seria o sinônimo de um bom ano para nós”, afirmou.

O goleiro também não descarta buscar uma vaga na Seleção Paraguaia, que está fora da Copa do Mundo de 2018, mas marcará presença na Copa América, que será disputada no Brasil, no próximo ano. Em sua carreira, Gatito tem duas partidas representando seu país.

“O importante é fazer primeiro um bom trabalho no Botafogo para depois buscar uma chance na seleção. Tenho que estar bem e sei que teremos uma Copa América pela frente. Estamos começando um novo ciclo no Paraguai, com um novo treinador e pretendo estar entre os onze do meu país”, comentou.

Sobre seu contrato, Gatito afirmou que está próximo de acertar a renovação com o time. O goleiro tem vínculo com o clube Alvinegroaté setembro, mas adiantou que já foi conversado: “A renovação está próxima. Quero continuar no clube, estou feliz aqui”, disse. “Minha meta sempre foi jogar em um grande clube do Brasil e consegui isso. Nunca pensei em sair do Botafogo, mesmo com algumas sondagens”, prosseguiu.

Gatito falou sobre o clássico contra o Flamengo, e a possibilidade de os rivais utilizarem um time misto, como fizeram contra o Fluminense, na última rodada da Taça Rio.

Talvez para eles possa mudar, mas nós sabemos que vamos jogar contra o Flamengo. São duas grandes camisas em campo e estamos focados para essa partida. Temos que seguir vencendo para dar confiança e continuidade ao nosso trabalho”, disse. “Queremos ganhar o clássico independentemente de quem esteja em campo. Para nós, para a nossa torcida. Temos que seguir vencendo para dar confiança ao elenco”, finalizou.

Fonte: Vavel