O goleiro Gatito Fernández tem moral com a torcida do Botafogo, mas tem demonstrado insatisfação com a falta de diálogo com a diretoria alvinegra. Destaque na Copa América com a seleção paraguaia, ele quer ser valorizado ou, ao menos, discutir um plano de carreira, segundo informa o Globoesporte.com.

Gatito Fernández tem contrato com o Botafogo até o final de 2021, mas deseja uma maior valorização no clube. No final do ano passado, o paraguaio recusou uma proposta do Grêmio e, após a Copa América, tem recebido sondagens do futebol europeu. O Glorioso trata seu goleiro como “inegociável”.

Gatito tem 104 jogos pelo Botafogo e foi o capitão do time na ausência de Carli no jogo da última quarta-feira contra o Atlético-MG, pela Copa Sul-Americana.