Gatito Fernández viveu uma semana de altos e baixos. Com a seleção do Paraguai, acabou vendo a equipe perder a chance de ir para a Copa do Mundo da Rússia. E com o Botafogo, viu o Fogão vencer a Chapecoense e seguir brigando por vaga na Libertadores.

Após a partida contra a Chape, o goleiro desabafou sobre a derrota paraguaia para a Venezuela, pela última rodada das Eliminatórias. Um jornal do país. o La Nación, usou uma foto do goleiro chorando no banco de reservas como uma espécie de ‘símbolo’ da desclassificação.

“Foi uma coisa muito forte para todos nós. Tínhamos a possibilidade de ir para a repescagem e os outros resultados ajudavam. Doeu bastante, eu senti muito. Mas o futebol tem isso. Terça eu estava desse jeito e agora estou com a cabeça levantada depois de uma grande vitória”, declarou Gatito segundo o Globoesporte.com.

Ainda na quarta, o goleiro voltou de Assunção até o Rio de Janeiro e foi titular do gol do Fogão. Uma mudança tão rápida que não o fez sequer dormir entre a eliminação e o triunfo diante dos catarinenses.

“De ontem para hoje, não dormi nada por causa da viagem. Saí de casa muito cedo de Assunção. Mesmo assim o que aconteceu no jogo não ia me deixar descansar. Ter tomado essa decisão de voltar para jogar me ajudou muito, Voltar para o Botafogo e ajudar meus companheiros foi uma coisa muito bonita nesse momento que vivenciei”, disse.

Fonte: Torcedores.com e Globoesporte.com