Um dos destaques da campanha do Botafogo na Libertadores, o goleiro Gatito Fernández tomou um susto no jogo desta quinta-feira contra o Nacional-URU. No primeiro tempo, ele levou uma pancada no joelho esquerdo e foi para os vestiários mancando. No intervalo, teve de levar cinco pontos por conta do ferimento, mas jogou o segundo tempo todo sem problemas.

– Nem sei como foi a pancada. Diminuí em cima do centroavante deles, senti as dores e depois olhei e estava o joelho aberto. Nem olhei quando estavam suturando, mas graças a Deus consegui terminar bem o jogo. Por causa da anestesia não senti nada no joelho, só estava doendo no intervalo. Depois, nada além disso – relatou Gatito ao SporTV.

Gatito acabou trabalhando pouco, tendo feito apenas uma defesa importante, no primeiro tempo. O paraguaio acredita que o Botafogo tem que repetir a forma de jogar na partida de volta, dia 10 de agosto, mesmo tendo a vantagem do empate para chegar às quartas de final.

– Assistimos ao vídeo do Nacional, sabíamos que eles jogam dessa maneira, muita bola cruzada… Nossa parte defensiva fez um grande trabalho, então não sofri muito lá atrás. Teremos um jogo difícil em casa, mas temos que continuar fazendo o que estamos fazendo. Jogar quando tiver que jogar, saber sofrer quando tiver também. Hoje quase não tive trabalho, então temos que jogar da mesma forma, sem apressar, ficar concentrado e não levar sufoco – disse.

Fonte: Redação FogãoNET