O desembarque do Botafogo no Rio de Janeiro, na última quinta-feira (19), ficou marcado por pressão. Insatisfeitos com o declínio da equipe na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, um grupo de torcedores foi ao aeroporto “exigir” a vaga na Libertadores. Para o goleiro Gatito Fernandez, a cobrança é natural em times de expressão. Sobre retornar à competição sul-americana, o paraguaio concorda que o Alvinegro tem essa obrigação.

“Eu saí rápido e então não vi muito. Eu sei que tem muita cobrança, mas é normal. O Botafogo é time grande e tem torcida grande, então é normal cobrarem quando os resultados não vêm. Eles esperavam que nós vencêssemos o Avaí e não conseguimos. Como um clube grande, nós temos que procurar o ponto mais alto na tabela. Acho que temos obrigação de voltar para a Libertadores pelo bom campeonato que estamos fazendo”, disse.

Faltando nove jogos para o fim do Campeonato Brasileiro, o Botafogo permanece na zona de classificação para a Libertadores. Na sétima colocação com 44 pontos, a equipe carioca está se garantindo porque o Cruzeiro, campeão da Copa do Brasil, está no G-4 e abrindo mais uma vaga.

O próximo jogo do Botafogo é nesta segunda-feira (22), contra o Corinthians, pela 30ª rodada do Brasileirão. A partida será realizada no Nilton Santos, às 20h (de Brasília).

Fonte: Esporte Interativo