O assunto Gatito Fernández também foi abordado na coletiva. O goleiro, que ainda se recupera da fratura na ulna do punho direito e uma lesão ligamentar e não joga desde a partida contra o Sport, pela segunda rodada do Brasileirão, só retornará após a Copa do Mundo. Salvio Magalhães contou os detalhes.

– Gatito teve uma fratura na ulna (um dos ossos longos do antebraço), o tratamento tem sido conversador, ele teve uma evolução boa no início. Da terceira para a quarta semana involuiu um pouquinho, e isso gerou apreensão. Mas nos exames subsequentes ele voltou a evoluir no ponto de vista da consolidação. Atualmente está com seis semanas, está evoluindo bem. A nossa programação para ele é manter a imobilização por mais duas semanas. Isso vai acabar no meio da intertemporada.

Fonte: Terra