Emprestado pelo Botafogo ao ABC com a missão de substituir Lucio Flavio, Gegê foi apresentado nesta terça-feira e cometeu uma gafe. Para minimizar a pressão, ele teria dito que usou a “8 de Garrincha”, porém o craque sempre foi camisa 7.

ATUALIZAÇÃO: O site “Globoesporte.com”, no entanto, admitiu o equívoco e fez uma errata horas depois, explicando que o jogador não cometeu gafe. Por replicar o conteúdo, o FOGÃONET pede desculpas por qualquer transtorno.

– Não vou sofrer muito com a pressão porque no Botafogo eu joguei com a 7 de Garrincha, então isso já quer dizer tudo. É uma responsabilidade boa substituir Lúcio Flávio. É um grande jogador que conquistou a torcida e títulos aqui. Vou trabalhar e me dedicar bastante para fazer um grande campeonato e ajudar o ABC neste ano, onde vou permanecer aqui – afirmou Gegê, em trecho reproduzido pelo site “Globoesporte.com”.

No ABC, Gegê terá como técnico Geninho. O jogador contou em quais posições pode atuar.

– Eu converso com o Leonardo (Arruda) há um tempo e desde o início eu venho com muita vontade e prazer para ajudar em todas as formas. Eu fiz minha base toda jogando como meia de ligação. No profissional, eu tive poucas oportunidades, mas joguei também. Os treinadores costumam me colocar pelo lado de campo e eu cumpro a função sem problemas nenhum, porque o que eu quero é contribuir para o time. Me colocando como meia de ligação, eu acredito que não vou ter problemas para me readaptar, devido ao histórico que eu tenho – comentou.

Fonte: Globoesporte.com e Redação FogãoNET