Sem ter muitas chances no Botafogo, quando treinado pelo ex-técnico René Simões, a vida do meio-campista Gegê, mudou radicalmente. Sendo peça fundamental no esquema tática adotado pelo comandante interino do Glorioso, Jair Ventura, o jogador demonstrou sua consideração por ambos os treinadores.

“Acontecem algumas coisas no futebol que a gente não entende. Tem males que vêm para o bem. O René (Simões) é uma excelente pessoa, um excelente treinador, mas eu não vinha jogando com ele. Com o Jair (Ventura) passei a ter oportunidade de jogar. Não só eu, mas vários garotos que vieram da base. Isso é gratificante”, declarou.

O meia ainda ganhou o aval de Jair. “Conheço o Gegê há muito tempo. Ele foi o meu camisa 10 no sub-20 em 2012. É um garoto que conheço bem, que está sempre sorrindo e merece tudo o que está acontecendo com ele. É um trabalhador e nunca desanima. Você o tira do time, mas ele segue feliz. Aceita tudo, tudo está sempre bom. Ele merece. É um garoto que se esforça muito e é merecedor dessa oportunidade”, finalizou.

Fonte: FutNet