O grupo de 12 jogadores afastados que não estão nos planos da comissão técnica do Botafogo estão treinando apenas três vezes por semana no campo de grama sintética em General Severiano e reclamam de abandono.

Segundo relato do site Lancenet!, os atletas reclamam que nunca estarão no mesmo físico, pois os treinos duram no máximo 1h30 por dia, às segundas, quartas e sextas.

Além disso, as atividades são acompanhadas apenas pelo preparador físico Felippe Capella e pelo massagista Edson. Eles relatam inclusive que já faltou café da manhã e cones para treinamentos. E que, num dia, chegaram ao local e não havia bola para trabalhar.

Fazem parte desse grupo o o zagueiro Dankler; os laterais Guilherme, Renan Lemos e John Lennon; os volantes Airton, Dedé, Sidney, Fabiano, Lucas Zen e Dill; o apoiador Andrade e o atacante Henrique. Antônio Lopes, gerente de futebol, negou haver problemas:

– Tem um pessoal da comissão técnica lá em General Severiano, para servi-los normalmente. Como se os treinamentos fossem aqui (no estádio Nilton Santos). A notícia é inverídica. Lá tem bolas, cones… Em breve eles vão passar a treinar aqui, em horários alternativos.

Fonte: Lancenet!