Guaraviton usa efeito Seedorf e triplica vendas no Nordeste

Compartilhe:

No Botafogo desde 2011, o Guaraviton começa a colher os frutos da parceria. Impulsionado pela imagem de Seedorf, a empresa triplicou suas vendas para o Nordeste após a chegada do holandês. Além disso, o grupo Viton 44 acumula um crescimento anual de 20% desde que estampou seu logotipo na camisa da equipe de General Severiano.

Antes da chegada de Seedorf em julho do ano passado, a Guaraviton enviava apenas um caminhão com sua mercadoria para o Nordeste. Foram necessários seis meses do holandês utilizando o uniforme do Botafogo com sua marca para que a empresa triplicasse o número de encomendas para cidades da região.

“Está acontecendo como planejávamos. Desde que entrei no Botafogo as coisas ficaram boas. Onde coloco a mão vira ouro [risos]. Mas tenho que dividir os méritos com o clube e com Seedorf, que valorizou bastante. Essa vitória no Carioca foi maravilhosa para o Botafogo e Guaraviton. A única tristeza foi o fechamento do Engenhão”, disse o presidente do Viton 44, Neville Proa, ao UOL Esporte.

“Tivemos uma fábrica em Recife que não fomos bem por erros internos, mas agora vamos voltar mais sólidos. Recebemos muitos pedidos de lá, mas ficava caro mandar do Rio. Os lojistas quiseram mesmo assim e estão pagando o frete. O retorno está sendo tão bom que queremos criar uma indústria em Alagoas. No início do ano mandávamos apenas um caminhão por dia e agora estão mandando três, quatro”, completou.

Além do Nordeste, Neville Proa já tem outras praças na miras. São os casos de Espírito Santo e, principalmente, São Paulo. O empresário comemora o fato de o Rio de Janeiro estar completamente tomado pelo seu produto. Ele, no entanto, admite que as vendas nas outras duas cidades do Sudeste ainda estão muito abaixo do esperado.

“O Rio de Janeiro está dominado. Estamos em todas as cidades, seja ela grande ou pequena. Fora, estamos com um mercado bacana em São Paulo e Espirito Santo, mas está longe do ideal. É embrionário ainda. Vamos continuar mandando nosso produto para crescer ainda mais pelo Brasil. Nossa meta é alastrar o nosso nome nessas duas cidades, principalmente em São Paulo”, comentou.

A parceria entre Botafogo e Guaraviton começou em 2011, quando estampava sua marca apenas na manga. A partir de 2012, o grupo Viton 44 decidiu ser o principal patrocinador e passou a desembolsar o valor de R$ 16 milhões por ano. A renovação em 2013 custou um aumento de R$ 4 milhões no valor investido no Alvinegro pelos 12 meses.

Fonte: UOL

Comentários