Vida de jogador não é só dinheiro, glória e fama. Em meio ao sucesso, existem muitos sacrifícios. Trabalhar nos fins de semana, quando quase todos descansam, é um deles. Mais difícil ainda é fazê-lo no Dia das Mães e passar a data longe da própria. Os jogadores de Botafogo e Grêmio, que se enfrentam neste domingo, às 19h, em Porto Alegre, viverão essa experiência, na Arena do Grêmio. O atacante Guilherme é um deles. Ele é unha e carne com a mãe, Luciana dos Santos, de 44 anos.

— Minha relação com minha mãe sempre foi ótima. Sempre falei tudo para ela, tanto o que acontece dentro, quanto fora de campo — afirmou o jogador. — Ela sempre me dá muitos conselhos, além de mãe é minha amiga. Somos muito próximos — disse o jogador, que sabe que, por isso mesmo, passar a data longe dela será ainda mais difícil:

— É sempre ruim, pois quero estar perto dela nesses momentos especiais. Mas ela sabe que é por um bom motivo, estou realizando meu sonho.

Guilherme e a mãe, Luciana. Jogador que presenteá-la com um gol
Guilherme e a mãe, Luciana. Jogador que presenteá-la com um gol

E a expectativa é que haja uma boa recompensa pela ausência do craque. Dona Luciana vai ter um motivo especial para torcer por um gol do filho em Porto Alegre hoje:

— Passarei o dia das mães vendo o jogo do Botafogo! E neste dia tem que sair o gol da mãe (risos). Estarei bem ligadinha.

Curiosamente, nos outros dois jogos em que ele marcou com a camisa do Botafogo, houve uma homenagem. Contra o Atlético Nacional, foi para ele mesmo, já que era seu aniversário de 22 anos. Já contra o Sport, seus dois gols foram para a esposa, Tainá, grávida da primeira filha do casal. Se sair hoje, contra seu ex-clube, Guilherme já prometeu que dona Luciana é a homenageada da vez.

Nova mãe na vida do jogador: a esposa Tainá

A data comemorativa de hoje é ainda mais especial para Tainá de Souza, esposa de Guilherme. Grávida de dois meses do jogador, ela já sente o amor incondicional pelo filho, mesmo que a barriga dela ainda nem seja perceptível:

— Pude entender o que minha mãe sempre falou. Realmente o amor de uma mãe por um filho é incondicional.

A expectativa pela chegada do bebê é grande:

— Espero poder ser uma ótima mãe, como a minha foi para mim. Que eu e o Guilherme sejamos ótimos pais, que a gente possa ser bom exemplo — disse Tainá, que foi homenageada por Guilherme quando o jogador marcou um gol contra o Sport, e pôs a bola na barriga na comemoração.

Guilherme e a esposa, Tainá, em frente ao Cristo Redentor
Guilherme e a esposa, Tainá, em frente ao Cristo Redentor
Fonte: Extra Online