O técnico Jair Ventura foi só elogios a Guilherme após a vitória sobre o Santos. E com razão. Além de ter feito o primeiro gol de cabeça na carreira, o atacante participou bem de alguns contra-ataques do Botafogo e não fugiu do jogo. Por isso, o comandante alvinegro fez questão de lembrar: ele que pediu a vinda do jogador.

– Foi uma indicação minha. Gostei muito. Liguei para pessoas, tive boas referências. Fico feliz de ele estar ajudando. Por vezes titular, por vezes sendo o 12º jogador. Guilherme é meu atleta com maior número de jogos. Teve uma chance muita parecida na semifinal contra o Flamengo, mas que hoje (neste sábado) entrou. Futebol é assim. Ele está sempre nos ajudando. Ele é um menino com potencial enorme – comentou Jair .

O comandante já contou com Guilherme em 48 jogos na temporada. Nem mesmo a tal cabeçada para fora no segundo jogo da semifinal da Copa do Brasil, contra o Flamengo, fez Jair Ventura deixá-lo de lado. Pelo contrário. Ele lembrou do poder de superação do menino de 22 anos, que se redimiu em grande estilo.

– Ele entendeu que esse é o espírito de equipe. O criticado Luis Ricardo, por exemplo, foi bem. Esse é o equilíbrio que a gente precisa na vida. O bom que no futebol a gente sempre pode dar uma nova chance no próximo jogo – opinou o treinador.

Fonte: Terra