A passagem de Seedorf pelo Botafogo foi rápida, de apenas um ano e meio, mas marcou o clube e o futebol brasileiro. No período em que atuou no país, o holandês foi protagonista de alguns “causos” curiosos nos bastidores do time carioca. O ex-craque já quis até mesmo mudar o hino centenário do Alvinegro.

Durante o “Seleção SporTV” desta terça-feira, o apresentador André Rizek e o repórter Eric Faria contaram alguns episódios do ex-craque.

Confira:

Muda o hino, presidente!

– Tive a chance de jantar com ele. Não vou falar um negócio que me falaram. O próprio Seedorf me contou. Ele era indignado com o hino do Botafogo, com a expressão “Não podes perder”. Ele falou “Pô, já falei com o presidente. Tem que mudar esse hino! Vê o Flamengo, diz que é ter que ganhar. Não podes perder é mentalidade de perdedor!”.

E tome carboidrato!

– Ele reclamou tanto da alimentação. Ele achava que o Botafogo, e o futebol brasileiro depois do jogo tinha o hábito ruim que é de dispensar os jogadores. Ele dizia que na Europa, imediatamente quando acabava o jogo, já tinha uma reposição de carboidrato, e que aquilo era fundamental na recuperação. O Botafogo, por causa disso, fez um convênio com uma casa de massas e passou a disponibilizar massa depois dos jogos.

Cabideiro do Seedão

– “Seedão” gostava da roupa esticada no vestiário e aqui no Brasil não tem esse hábito como na Europa, mas sim dobradas. O Seedorf entrava no vestiário, via a roupa dobrada e reclamava que queria esticada como ele recebia na Europa. E isso aconteceu por alguns dias ou semanas. Chegou um belo dia em que ele entra com três sacolas plásticas enormes com duzentos cabides e fala: “Agora as roupas vão ter que ser esticadas!”.

21 graus e nada mais

– Até a temperatura do ar condicionado do ônibus do Botafogo ele reclamava. Tinha que ser 21 graus. O brasileiro gosta de ar condicionado e reclamava com ele, que dizia que ar que é frio e não é natural, faz mal. Os jogadores reclamavam dizendo que ele era da Holanda e ele dizia: “Não, mas lá é ar natural, não do ar condicionado”.

Fonte: Sportv.com