Após pouco mais de quatro horas do anúncio oficial da efetivação, Eduardo Hungaro já cumpriu seu primeiro compromisso como técnico do Botafogo. Foi em General Severiano, sede do clube, que ele concedeu a primeira entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira. Firme, o novo treinador exaltou a coragem da diretoria em apostar em seu nome, mesmo quando questionada por torcedores.

“Eu quero exaltar a coragem da direção em confiar no meu trabalho. A coragem deles, têm que ser acompanhada pela coragem do treinador, e eu tenho essa coragem. Essa é a oportunidade da minha vida e não vou desperdiçar”, afirmou Eduardo Hungaro.

O tema principal das perguntas era sobre a volta do Botafogo à Copa Libertadores, após 17 anos. Questionado sobre o desejo dos torcedores em ter um técnico mais conhecido para o cargo, Eduardo revelou achar natural a reação de “desconfiança” por parte dos alvinegros.

“Acho natural a reação da torcida. Mas eu tenho uma história muito bonita aqui dentro. Não vai faltar trabalho, não vai faltar dedicação. E eu tenho esperança de que vamos fazer um excelente trabalho”, revelou.

Com o foco na Libertadores, Eduardo Hungaro revelou que um plano especial para a disputa do Campeonato Carioca já foi tomado.

“Vamos ter duas equipes. A equipe da Libertadores vai ser preparada exclusivamente para o jogo do dia 29 de janeiro. E teremos uma equipe para o primeiro jogo do Campeonato Carioca, ainda não temos nada definido, mas esse é o projeto”, completou.

Eduardo Hungaro chegou ao Botafogo em 2009 para treinar a equipe mirim do clube. Foi campeão carioca sub-20 dois anos depois e fazia parte da comissão técnica fixa do clube. O treinador ainda não escolheu os auxiliares no trabalho, mas pretende anunciar os nomes em breve.

Fonte: UOL