Confirmado no time do Botafogo para o duelo contra o San Lorenzo, o meia Jorge Wagner optou por viajar com a equipe mesmo com a esposa Kaline ainda internada por causa de complicações no parto da filha do casal, Marina. A atitude do jogador deixou o técnico Eduardo Hungaro muito orgulhoso. Por isso, o comandante alvinegro rasgou elogios ao jogador.

– Conversei com ele logo cedo (na manhã desta segunda-feira). Coloquei a possibilidade dele ir amanhã (terça) para a Argentina, mas ele não abriu mão de ir com o grupo. Ele acha importante estar com o grupo desde já. Então, a decisão foi até mais dele do que minha, mais uma vez, provando o sentido profissional dele – comentou o treinador, que ainda deu boas notícias para a torcida alvinegra.

– A situação da esposa dele está evoluindo bem – disse o técnico.

Kaline permanece na Unidade de Tratamento Intensiva (UTI), mas seu quadro de saúde vem evoluindo e ela deve deixar o hospital em até dez dias.

Fonte: Lancenet!