Igor Rabello foi do inferno ao céu em menos de 90 minutos. Após falhas na defesa que resultaram nos gols vascaínos, o zagueiro ouviu vaias da torcida e não abaixou a cabeça. Achou um lançamento que resultou no empate e, no fim, marcou o gol da virada do jeito característico. Ele dedicou o gol ao amigo João Paulo, lesionado, e foi sincero ao falar da torcida.

– O João Paulo é um cara guerreiro, espelho do nosso time. Esse gol foi para ele, é sensacional. Tem dias que a gente vai errar um pouco mais e a torcida pega no pé, faz parte do futebol. Mostrei para eles dentro de campo o que posso dar – afirma o zagueiro, antes de brincar.

– Uma assistência e um gol, saí no lucro.

Desde que Joel Carli foi para o banco, Igor Rabello sofre com a sombra do argentino. Ele perdeu prestígio com a torcida após a eliminação para a Aparecidense e ouviu críticas após derrota no clássico contra o Flamengo. Mesmo assim, segue como titular absoluto de Alberto Valentim.

Fonte: Terra