Boa parte da inundação de críticas do torcedor ao treinador Felipe Conceição deve-se à utilização de um novo esquema justamente em uma partida eliminatória, o 3-5-2 utilizado na derrota de 2 a 1 para a Aparecidense na Copa do Brasil. Em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, o zagueiro Igor Rabello defendeu o treinador e chamou para si e para os colegas de defesa a responsabilidade pelo revés.

– A opção da formação foi uma opção do Felipe Conceição e a aceitamos. Havíamos treinado algumas vezes e falhamos por não cortarmos as bolas. Não podemos tomar dois gols dessa maneira. Se quisermos jogar com essa formação precisaremos trabalhá-la – comentou o defensor.

Mas Rabello garante: as críticas direcionadas sumirão quando os resultados positivos retornarem.

– Sempre a torcida vai pegar no pé de um ou de outro, é normal e vemos isso em outros clubes. O Gilson e o Pimpão já passaram por muitas coisas e estamos com eles. O que aconteceu não foi culpa só deles e vamos passar confiança para que superem isso e nos ajudem nesse jogo contra o Flamengo – finalizou.

Fonte: Terra